top of page
  • Foto do escritorVerbalize! Jr

Como usar o SEO para aumentar a visibilidade do seu site

Por Maria Muricy - Assessora de Comercial

Atualmente o maior indicador de relevância de uma empresa ou negócio é sua posição dentre os resultados nas plataformas de busca. A fim de unir as melhores estratégias para impulsionar websites, foi criada a sigla SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Motores de Busca).


Os motores de busca são programas utilizados para encontrar e fornecer resultados aos usuários através de palavras-chave, como por exemplo o Yahoo, o Bing e o Google, o maior de todos. Pensando nisso, a otimização dos motores de busca é um conjunto de técnicas que garantem que um site seja o mais relevante em um buscador, oferecendo a melhor solução ao usuário.



PALAVRAS-CHAVE: INVISTA NAS PROTAGONISTAS

As palavras-chaves são a principal forma de busca por parte dos usuários. Saber buscar, conhecer e escolher os termos relevantes para o seu negócio é de extrema importância para que seu site suba de posição no ranking de resultados dos buscadores.

Existem dois tipos de palavras-chaves, as Head-tails e as Long-tails. A Head-tail se caracteriza por ser mais geral, tendo um maior número de buscas e mais resultados. Um exemplo seria uma busca por “tênis”, que trará milhões de resultados de todos os tipos de tênis. Já uma Long-tail é caracterizada por ser mais específica, tendo menos buscas, gerando menos resultados, porém mais concretos em relação ao desejo do consumidor. Um exemplo seria uma pesquisa de um “tênis Nike SB chron 2”, algo específico e direcionado.

A fim de facilitar a busca pelas tão importantes palavras-chave, existem diversas plataformas que podem auxiliar as empresas neste quesito, como o SEMrush, o Keyboard Tool e o Google Trend, plataforma do próprio Google.



NADANDO A FAVOR DO RANKEAMENTO DO GOOGLE

Existem diversos fatores de rankeamento que ditam em qual posição um site estará em um buscador após uma pesquisa, como por exemplo os títulos e heading tags, a estrutura de URL’s e as palavras-chave entre diversos outros. Estes critérios são alterados a todo momento, por isso não há fórmula mágica que possa ser decorada, o que existem são diversas dicas que podem ajudar uma empresa a estar entre os primeiros resultados.


É importante ressaltar que nenhum dos fatores de rankeamento pode garantir a primeira posição se for colocado em prática sozinho, é necessário saber combinar a incorporação dos critérios de forma a criar um site suscetível ao topo da página do Google. Aqui você pode ter acesso aos 172 principais fatores de rankeamento do Google.



FIQUE ATENTO ÀS PENALIZAÇÕES DO GOOGLE

Assim como o Google possui critérios que impulsionam negócios, possui critérios que os rebaixam e os tornam menos relevantes. As duas principais penalizações são as algorítmicas e as manuais. As algorítmicas estão relacionadas ao excesso de palavras repetidas e podem ser verificadas através de programas como o Moz, o Search Engine Land o e Search Engine Journal. Já as penalidades manuais são caracterizadas por violação das diretrizes da plataforma, e podem ser verificadas no próprio Google Search Console.

0 comentário

Comments


bottom of page