A importância do MEJ: Conheça os benefícios de se participar de uma Empresa Júnior

Por Edimar Rocha - Assessor do setor Comercial


Se você está ingressado na Universidade certamente já ouviu falar sobre o Movimento Empresa Júnior (MEJ). Só que afinal de contas, do que se trata uma empresa júnior, e quais os benefícios de se fazer parte de uma?


O Movimento Empresa Júnior teve seu início no Brasil em 1998, na Fundação Getúlio Vargas, de lá para cá tornou-se cada vez maior, e atualmente, ele está presente em mais de duzentas e sessenta universidades, com cerca de vinte e seis mil membros, espalhados em mais de mil e quatrocentas empresas juniores.


Com a missão principal de formar empreendedores comprometidos com a transformação social, o movimento busca impulsionar as experiências dos seus integrantes para além do ambiente universitário.


Agora que você já sabe um pouco mais sobre o MEJ, iremos falar sobre os seus benefícios e como aproveitá-los.


Experiência com o mercado de trabalho


Ao fazer parte de uma empresa júnior, os integrantes têm a possibilidade de lidar com clientes diretamente, uma vez que o intuito da empresa é oferecer serviços ou produtos que atendam a demanda de clientes inseridos no mercado de trabalho. Ou seja, é a primeira experiência que o jovem universitário pode ter antes de ingressar oficialmente no mercado de trabalho. Essa experiência por si só, é muito importante, e pode ser um diferencial na hora de ser selecionado para uma vaga de emprego.


Networking


O Movimento Empresa Júnior engloba todo o Brasil, com a presença de membros espalhados por todo o país. Sendo assim, o movimento envolve milhares de jovens de diferentes universidades, cursos e experiências acadêmicas. Ao fazer parte de uma empresa júnior, o estudante tem acesso a essa rede incrível de pessoas, o que permite a ele, trocas e experiências com jovens de todo o Brasil. Permitindo assim aos empresários juniores, contatos e aprendizados de grande valia para a inserção destes no mercado de trabalho.


Desenvolver habilidades soft skills


O mercado de trabalho, além de estar cada vez mais competitivo, exige dos colaboradores o desenvolvimento das suas habilidades comportamentais ou soft skills, tais como: autoconhecimento, liderança, trabalho em equipe e inteligência emocional. Dentro da empresa júnior, os integrantes vivenciam diversas experiências que permitem a eles desenvolver essas capacidades, pois, possuem a oportunidade de exercerem cargos de liderança dentro da própria EJ, assim como aperfeiçoar o trabalho em equipe durante a execução de projetos.


Hard Skills


Além das habilidades comportamentais, as experiências adquiridas nas empresas júnior, permite aos seus membros melhorar suas habilidades de cunho mais técnico ou hard skills. Empresas Júnior que prestam serviços de Comunicação e Marketing, por exemplo, dão aos seus integrantes a oportunidade de aperfeiçoarem suas habilidades com softwares de edição (Photoshop, Illustrator, In Design), dentre outros.


Participar de projetos de impacto social


As atividades exercidas dentro do Movimento Empresa Júnior, também buscam trazer algum tipo de impacto para a sociedade. Assim, surgem os projetos de impacto social, iniciativas que por meio da ação em conjunto dos integrantes das EJ, tem o intuito de causar algum tipo de melhoria para a comunidade. Dessa forma, os empresários juniores são motivados a participar de iniciativas que impulsionam o desejo de fazer a diferença e causar mudanças de impacto positivo.


Agora que você já sabe como funciona o Movimento Empresa Júnior e as vantagens que os estudantes têm ao fazer parte do movimento, que tal vivenciar esta experiência? Caso ainda não tenha tido a oportunidade, aproveite e não deixe de fazer parte de uma EJ, pois isso lhe possibilitará ser um profissional de destaque, com experiência prévia no mercado de trabalho e comprometido com as mudanças de impacto positivo para a sociedade.



0 comentário