A importância de se adotar políticas de Diversidade e Inclusão em uma empresa

Por Hannah Baudson e Izabella Almeida


“Diversidade” e “Inclusão” são palavras que comumente encontramos juntas. Em algumas situações elas quase até se misturam. Mas quais são seus significados, sua importância e por que razão elas precisam coexistir? Nesse post, a V! vai mostrar porque as empresas precisam carregar consigo políticas que envolvam a diversidade e a inclusão. Para isso, primeiro vamos definir brevemente esses termos para que vocês conheçam seus significados.


Definindo os Termos


Diversidade significa variedade, pluralidade, diferença. No âmbito do trabalho, se trata de unir perspectivas diferentes e complementares através da garantia do recrutamento, retenção e desenvolvimento de talentos variados por parte de uma organização. A diversidade de pessoas pode ser vista em gênero, idade, etnia, raça, cor, orientação sexual, religião, além de diversidades cognitivas, intelectuais, físicas, linguísticas, de experiências.

Inclusão, por sua vez, se refere a sentir-se parte de um ambiente. É quando todos do seu time conseguem se trazer inteiros para o trabalho, sem precisar esconder qualquer parte de si próprio, por medo de ser desrespeitado. Isso deve ser um compromisso de todos os membros da organização, sem diferença de tratamento independente do cargo ou setor. É preciso a todo momento que os líderes preguem o respeito, aceitação e acolhimento para seus liderados. Os gestores precisam garantir que cada um dos colaboradores se sinta integrado ao time.


Por que políticas de Diversidade e Inclusão são tão necessárias?


Por todo lugar que passamos, encontramos discussões sobre a necessidade da presença de políticas afirmativas em diferentes espaços e discursos sobre empoderamento das minorias. Nossa sociedade mudou e atualmente diversificadas vozes estão sendo escutadas – ou pelo menos clamam por isso. Diversificar uma empresa, portanto, não passa de um cumprimento da sua responsabilidade social, pensando-se como instituição, diante da pluralidade existente na sociedade. Incluir pessoas diversas em sua empresa não deve ser visto como uma obrigação, mas como uma boa oportunidade gerada tanto para as pessoas contratadas quanto para a organização em si, fortalecendo a todos.

Essas políticas são capazes de promover um ambiente de trabalho saudável, além de proporcionar a troca de experiências entre os membros da empresa, promovendo motivação e aumento da produtividade. Diferentes narrativas, coexistindo juntas, trazem riqueza para o trabalho. Como implementar políticas de Diversidade e Inclusão em uma empresa Agora que entendemos o que significam e a forte relação que existe entre os termos “Diversidade” e “Inclusão”, iremos apresentar algumas dicas de como essas políticas podem ser adotadas, de forma prática, em sua empresa.


1. Tenha a liderança como sua aliada: Implementar um programa de diversidades nas empresas só será bem-sucedido se o líder estiver envolvido nele. Ou seja, a pessoa do cargo mais alto da empresa deve apoiar as ideias e levar esses valores em sua vida.


2. Tenha programas e uma política para implantar a diversidade na empresa: Planejar um programa de diversidade nas empresas é importante para entrelaçar às ações estratégicas da instituição. Todos os direcionamentos devem estar em sintonia com os valores da empresa. É importante também buscar ajuda ao setor de Gestão de Pessoas onde será possível fazer uma análise da situação atual. A partir dessa análise é possível definir os objetivos para os programas e sua execução.


3. Eleja um responsável pelo acompanhamento das ações: É importante que esse membro tenha a responsabilidade necessária de conduzir as ações e promover uma força de trabalho diversificada e inclusiva. Além disso, ao escolher o membro, é necessário que ele tenha um perfil comunicativo, com facilidade em construir laços e que seja criativo para criar metas.


4. Crie métricas para o monitoramento: É preciso analisar todos os membros da empresa, isso inclui verificar promoções, remuneração, níveis hierárquicos e avaliações de desempenho. Essas medidas são importantes para a identificação dos setores que precisam de investimentos em treinamento ou recrutamento.


5. Atenção a diversificação das contratações: Para conquistar a diversidade e inclusão na empresa é preciso contratar perfis profissionais diversificados. Tenha intuições parceiras que apoiam a causa e divulgue vagas de emprego em grupos voltados para a diversidade. Nos processos seletivos é importante criar formulários que apresentem esses tópicos, para conhecer melhor as pessoas que poderão estar dentro da empresa no futuro e selecionar, de forma justa, pessoas diferentes para a organização.


6. Mantenha uma comunicação honesta: É necessário estabelecer uma comunicação aberta e franca. Compartilhe as informações e metas sobre diversidade com todos os membros da empresa, pois dessa forma todos saberão onde estão e onde chegarão. Além disso, esses valores também devem ser levados para fora da organização. O posicionamento da empresa deve ser bem claro em onde ela está presente: seja nas redes sociais ou na internet de uma forma geral, seja em seus produtos, na forma de lidar com os clientes, etc.


E aí, conseguiram entender a importância de incluir pessoas diversas em suas equipes? Compartilhem esse post com quem precisa ler isso ;)

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo